Capa_PR

7 Dicas de PR para sua Startup

Vanessa Bulhões
Vanessa Bulhões
Head de Conteúdo da Brand Gym

Desde que criamos a comunidade de branding para startups, começamos a fazer mini eventos quinzenais sobre os vários assuntos que fazem parte desse universo de gestão de marcas. No dia 1º de outubro, trouxemos o Gabriel Ferreira, sócio e head de inovação da Pineapple Hub, para falar um pouco como funciona as relações públicas em startups e sua relação com o branding.

A ligação entre branding e PR é muito mais estreita do que se imagina. E, com certeza, podemos até dizer que um bom PR é um dos componentes de uma marca de sucesso, uma vez que, por possuírem poucos anos de experiência, as startups precisam demonstrar confiança para o mercado das mais diversas formas, como por meio de declarações mais midiáticas.

No papo, além de contar sobre sua trajetória e quais são as diferenças entre uma agência tradicional e uma agência especializada em startups, Gabriel deu vários insights e dicas sobre relações públicas. Separamos alguns destaques para te ajudar no dia a dia:

Nem toda informação da sua startup tem potencial para se tornar notícia
Não é por que sua startup lançou uma nova feature que ela vai virar notícia. A notícia é uma intersecção do que o mercado quer ouvir com o que sua startup está oferecendo. Quanto mais relevante for o assunto para o mercado, mais chance sua novidade tem de se tornar notícia e conseguir ser emplacada nos veículos de imprensa.

É preciso ter consciência de marca para que PR consiga fazer um bom trabalho
Quanto mais clareza você tem sobre a marca, mais fácil será o trabalho de PR. Assim como qualquer comunicação de awareness, se a marca não tiver bem estruturada, todo esforço para comunicar não terá construção, nenhum residual que ajude a fortalecer sua marca em divulgações futuras. Será “comunicar por comunicar”.

Fazer um bom trabalho de PR com founders ajuda a fortalecer o nome das startups
No início, quando a startup ainda não tem muitos ativos, o founder é a cara da empresa. Dessa forma, utilizar-se da imagem e da reputação dele ou dela para impulsionar a startup é uma boa estratégia.

Ter clareza do que comunicar e como comunicar pode te ajudar a sempre ser visto pelos jornalistas como uma pauta interessante
É importante selecionar pautas para não “queimar ficha” com bons contatos nos veículos de imprensa. Então, certifique-se da relevância do assunto que você quer comunicar para o mercado e só depois tente emplacar na mídia.

O PR faz muito sentido quando o produto está bem amarrado. O produto nunca estará pronto, mas ele precisa estar rodando de forma estável e eficiente
Existe um perigo do PR para a startup quando o produto não está redondo; dar visibilidade demais e não ter estrutura para atender à demanda é um risco. Isso pode ser um tiro no pé. Sua plataforma pode cair; seu cliente pode ter uma experiência ruim; pode virar um detrator e, para reconquistá-lo, vai te custar caro.

Escolha bem as pessoas que usam o nome da sua marca
Seja um influencer, uma atriz, um cantor ou qualquer outra pessoa, tenha sempre muito cuidado ao escolher quem você quer que esteja associado à sua marca. Faça uma pesquisa prévia, cheque se os valores da pessoa estão de acordo com os valores da sua empresa. Dessa forma, você pode evitar eventuais desalinhamentos que podem ferir a imagem da marca.

A melhor estratégia para a escolha dos veículos não está necessariamente associada ao maior número de impressões
Nem sempre ser capa da Folha ou da Exame vai ser a estratégia que vai trazer mais resultado. Para isso, é preciso entender a mensagem principal que você deseja comunicar, as mensagens de apoio, o público, como ele se informa e os temas para a pauta. Com essas informações, você consegue entender se a melhor opção será aparecer no jornal de bairro, numa revista especializada ou se conectar com um presidente de uma associação, por exemplo.

Participe dos próximos eventos da Comunidade de Branding para Startups e fique por dentro de outros assuntos que orbitam a construção de marcas cada vez mais fortes.

Aqui na Brand Gym, entendemos que branding não é apenas um projeto pontual, um fim, mas, sim, uma jornada. Tanto a nossa comunidade de branding para startups quanto os nossos eventos quinzenais visam fortalecer essa crença. Quer acompanhar os próximos Mini MeetUps e nossas discussões? Peça para entrar e acompanhe a gente aqui, no blog, no Instagram e no LinkedIn.