A vida é a arte do encontro.

Cliché é um rosé para beber junto.

Cliché é um rosé para beber com os amigos que a gente mais gosta,nos momentos mais especiais.

Combinamos com tardes que ficam na memória. E noites que jamais são esquecidas.

Afinal, nosso líquido é mágico e tem notas de verão dentro das nossas garrafas.

Surpreenda-se. E brinde muito.

A vida é a arte do encontro.

Cliché é um rosé para beber junto.

Cliché é um rosé para beber com os amigos que a gente mais gosta,nos momentos mais especiais.

Combinamos com tardes que ficam na memória. E noites que jamais são esquecidas.

Afinal, nosso líquido é mágico e tem notas de verão dentro das nossas garrafas.

Surpreenda-se. E brinde muito.

HARMONIZA COM PÔR DO SOL

O insight: enquanto existem marcas fortes em todos os segmentos de bebidas alcoólicas, no mercado de vinho a compra ainda é feita a partir das características do produto. Ganha quem tem o melhor rótulo.

Surge, assim, uma marca de bebida que não é sobre ostentar o consumo, e sim a diversão. É sobre momentos entre amigos, sobre o início da vida adulta, sobre curtir a vida e, claro, compartilhar tudo isso. 

É sobre ser um pouco cliché – e tá tudo bem.

Na rede social da Cliché, ao invés de influenciadoras, resolvemos dar voz às consumidoras: aquelas pessoas que têm alto potencial criativo e fazem fotos maravilhosas ostentando a diversão para seus 500 amigos, pessoas de verdade em momentos cliché. Fica verdadeiro e gostoso de ver.

UM BRINDE À LIBERDADE.
E QUE ELA SEJA ROSÉ.

A linha de lançamento passou por muitas discussões. Um produto? Dois? Uma embalagem? Duas? Três? No fim, ficou um Cliché principal vindo da Itália; outro, um pouco mais acessível, vindo do Uruguai; e, para finalizar, um espumante rosé do sul do Brasil. 

Com um conhecimento profundo sobre o consumidor, o desafio do projeto de branding era construir uma marca que sustentasse a venda não baseada em atributos de produto, mas de marca. Ou seja, encontrar uma mensagem muito forte para um público de nicho, os millennials, e construir um território visual e verbal bem marcantes, para que Cliché fosse facilmente reconhecida e favorecesse a venda e fidelização – e, quem sabe um dia, até um subscription. Depois que definimos o nome, em uma ironia com fundo de verdade, tudo fluiu de forma natural e um pouquinho cliché, é claro.