Uma nova maneira de pensar telefonia móvel que só promete o que pode cumprir

O que será que acontece com nossas companhias de celular que, cedo ou tarde, nos tiram do sério? A Fluke veio resolver uma questão que todo mundo no Brasil parece odiar: telefonia. 

A Fluke não tem pirotecnia, nem construção de campanhas com budgets maravilhosos. Mas sabe de uma coisa? Ela é verdadeira! E é com isso que seu consumidor se importa. A comunicação é clara, fala sobre assumir quem você é, jogar com suas forças e aceitar as fraquezas. Nada mal para uma empresa que começou sem planos e sem fidelidade.

Fluke, a sua desoperadora.

O maior desafio da Fluke foi traduzir as características da empresa em uma personalidade de marca que o time conseguiria colocar em prática, mesmo sem uma grande área de marketing, e encontrar formas de explicar a diferença da Fluke para as grandes empresas de telefonia sem deixar de trazer a credibilidade de que o serviço funciona. O trabalho do território visual foi uma evolução da marca que já estava no MVP. Fizemos uma nova versão do logotipo que já existia, mantivemos as cores verde e preta e desenvolvemos o restante do território com mais estrutura e profissionalismo. Focamos em desenvolver posicionamento e território verbal que deixassem clara a proposta de valor da marca.