760C19CA-D94F-4A32-813E-B043DBAAF71F

O que analisar antes de criar uma conta para sua marca no TikTok?

Vanessa Bulhões
Vanessa Bulhões
Head de Conteúdo da Brand Gym

5 perguntas para você fazer antes de criar uma conta para sua marca

A ascensão do TikTok é a maior prova de que vídeos eram o futuro do conteúdo. Hoje, a plataforma já passou de 2 bilhões de downloads, já superou o Instagram nos Estados Unidos e ocupa a 4ª posição como maior plataforma do mundo (e o CEO do Snapchat, Evan Spiegel, comentou que, em breve, ele vai ultrapassar o Instagram global).

Com uma proposta de valor (e algorítmo) que dão mais visibilidade para o conteúdo autêntico, seja o usuário uma celebridade ou não, o TikTok oferece um alcance orgânico gigantesco. Dessa forma, não apenas pessoas resolveram entrar e aproveitar os segundinhos de fama como também as marcas. Algumas já embarcaram nessa e criaram cases bem legais, como o Burguer King, o Chipotle, o NBA e o Guaraná, por exemplo.

Legal esse movimento, não é? Mas aí vem a pergunta: “vale a pena investir na produção de conteúdo por lá?”. Bom, essa foi a dúvida de um dos membros da nossa comunidade de branding para startups. Em pouco tempo, já tínhamos várias respostas das pessoas que participam com a gente, com dicas, cases e sugestões.

Deixando a “guerra fria” entre a Casa Branca e o TikTok de lado (assunto quente das últimas semanas), achei essa thread tão legal que resolvi fazer mais pesquisas e criar uma minissérie de perguntas sobre alguns pontos para uma marca considerar antes de entrar no TikTok. Vamos lá?

  1. Sua marca vai ter uma preocupação com a geração de conteúdo relevante?
    Gerar conteúdo não é uma tarefa fácil. Existe todo um planejamento, preparação e, claro, bastante investimento quando estamos falando de uma marca. Diferentemente dos usuários criadores de conteúdo, uma marca possui códigos visuais, tom de voz e um posicionamento que podem limitar a criação.
    A plataforma ganhou relevância a partir de seu conteúdo informal, caseiro e com formato de challenge. Como seria criar branded content com um formato que dialoga com a plataforma e com o público dela? O seu conteúdo tem fit com esse estilo?
  2. Sua marca vai ter uma equipe com agilidade e autonomia suficientes para criar esse tipo de conteúdo?
    Tendo em vista que os conteúdos e os challenges têm uma “data de validade” dentro da plataforma, tão importante quanto oferecer conteúdos que dialoguem com o público é oferecê-los num bom timing e na frequência certa. É preciso ser ágil para criar, planejar, produzir, garantir a qualidade e o alinhamento que um conteúdo de marca exige para, só depois, divulgar. Participar de challenges depois que eles passaram da curva de adoção ou não ter uma frequência de postagem boa o suficiente faz com que a conta da sua marca não seja tão relevante.
  3. O público da sua marca está lá?
    O TikTok tem como principal característica vídeos bem-humorados e, por isso, de acordo com a pesquisa realizada pela Infobase Interativa, o público é majoritariamente jovem, 41% dele com idades entre 16 e 24 anos. Se o público da sua empresa está fora desse grupo, nada impede que você use a ferramenta, contudo vale a pena se questionar se é o melhor momento para investir nela.
  4. Quem representará a cara da sua marca?
    Não existe regras sobre precisar de uma pessoa, é claro, mas o TikTok é uma plataforma com conteúdo construído de “gente pra gente” e, por isso, seus vídeos normalmente têm um ou mais protagonistas. Quem seria essa pessoa para a sua marca? A atuação corporativa no TikTok funciona de forma diferente quando comparado às outras redes sociais e, às vezes, ter alguém que represente o conteúdo é mais interessante do que ter uma conta na plataforma — como o que aconteceu com a Starbucks: a empresa não possui conta, mas uma de suas atendentes já acumula milhões de views ensinando as receitas da cafeteria. Foi a forma que a marca encontrou de estar presente e ser relevante.
  5. Apoiar ou patrocinar produtores de conteúdo não seria uma alternativa mais relevante para sua marca?
    Ter uma conta em qualquer rede social significa criar e gerir um conteúdo relevante. Dessa forma, vale se perguntar se não seria mais prático e efetivo apoiar ou patrocinar quem já está na plataforma com uma base formada.

Se você já tem todas as respostas acima e, de alguma forma, todas encaminharam para a criação de uma conta, vai fundo e pode apostar no TikTok. Agora, se esse não foi seu caso, vale pensar uma, duas, três vezes.

Em breve surgirá a opção TikTok for Business aqui no Brasil. Talvez seja mais interessante bater um papo com alguém da plataforma ou esperar e entender se futuramente será mais oportuno.

Se quiser conhecer mais algumas contas business que estão acertando no tom, vale olhar estas aqui: @toofaced@washingtonpost@sephora@flamengo@elfcosmetics@fortnite. E para saber os números de campanhas feitas por algumas dessas marcas, acesse a página do TikTok for Business Europe.


Se você é brand manager ou founder e quer acompanhar as discussões da nossa comunidade mais de perto, clique aqui e peça para entrar nessa.

Escrito por Vanessa Bulhões