Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

5 empresas com posicionamentos de marca inesperados

Posicionamento de marca é, sem dúvida, uma decisão estratégica que influencia bastante as chances de sucesso e o ritmo de crescimento de uma startup.

Quando você posiciona ativamente sua marca, deixa claro pros consumidores com quem eles podem te comparar, o que podem esperar do seu produto e quais são os seus diferenciais.

Uma coisa que percebemos no dia a dia da Brand Gym é que nossos clientes muitas vezes chegam indignados porque o produto deles é melhor que o da concorrência, mas os potenciais consumidores não têm essa percepção. 

Por isso, nossa CEO, Guta Tolmasquim diz que “ ter o melhor produto não é suficiente para ser líder de mercado. Já vi excelentes produtos não serem líderes por serem confusos ou não darem ênfase nos diferenciais mais importantes. E já vi produtos ruins crescerem, mas, por pouco tempo, porque apenas um posicionamento bom não sustenta um produto ruim. As pessoas compram e se decepcionam”.

Então, todo esse esforço de posicionamento é feito para colocar a sua marca no imaginário do consumidor. Até porque, não estamos apenas numa corrida para colocar nossos produtos e serviços no mercado, também estamos numa competição para nos conectar com nossos consumidores da melhor maneira. 

E em geral, quem ganha a batalha do mercado são aquelas marcas que têm o melhor coeficiente entre um bom produto e um bom posicionamento.

Quer aprender como fazer um posicionamento estratégico? Clica aqui e confere o nosso texto. 

Um detalhe muito interessante é que o posicionamento não precisa ser feito da maneira mais óbvia, é possível ter bastante criatividade nesse momento e aproveitar as oportunidades e brechas do mercado.

Por isso, separamos uma lista de 5 empresas que investiram em posicionamentos de marca criativos. Bora conhecer?

1- Uber 

Apesar de sempre ter sido concorrente do táxi, no início, a empresa se posicionou como uma marca de transporte executivo. Trazendo sempre o argumento de “serem motoristas particulares”. 

Foi nessa arena competitiva que a Uber conseguiu deixar evidente os seus diferenciais de ser prático, rápido e barato. E mesmo tendo um produto idêntico ao táxi, a Uber se apresentou  como uma opção muito mais prática e elegante.

2- Fazenda do futuro

Essa foodtech brasileira promete fazer carnes vegetais que têm sabor idêntico à carne animal. O plot-twist aqui é que apesar de ser um produto vegano/vegetariano, a empresa não se posiciona como uma opção para esse público.

Na verdade, a Fazenda do Futuro, ocupa um espaço no mercado das carnes, como mais uma opção de carne, mas com o diferencial de ser vegetal. 

3- Spotify

Hoje, todos sabemos que o Spotify é uma empresa de streaming de áudio, seja música ou podcasts, mas lá em em 2008, quando o aplicativo foi lançado, esse tipo de serviço não era algo claro para os consumidores, por isso o Spotify precisou repensar seu posicionamento.

Qual foi a solução? A marca foi lançada como uma rádio online. O Spotify nunca foi uma rádio, mas a ocasião de consumo era a mesma. 

Ao ter a percepção que o Spotify é uma rádio online, o consumidor entendeu que deveria usar o aplicativo no mesmo momento em que desejava usar o rádio, mas ao invés de pegar um radinho, ele iria acessar no computador ou smartphone.

4- Segunda Casa

Essa é uma marca cliente da Brand Gym que vende imóveis fracionados em resorts. O comprador tem a escritura, é dono de 1/26 da uma casa e pode usá-la durante duas semanas do ano.

O detalhe é que ao invés de concorrer com pacotes de férias e perder no ticket médio elevado, posicionamos a marca como uma segunda moradia inteligente, em que o cliente só paga pelo que realmente vai usar e não tem nenhuma dor de cabeça.

5- Tesla

A famosa empresa do Elon Musk é uma marca de carros elétricos, com esse mesmo tipo de produto, a maioria das empresas optava por valorizar a economia de combustível e funcionalidade sustentável, deixando o design de lado.

Foi nessa brecha que a Tesla enxergou a possibilidade de tomar um grande espaço do mercado, ao invés de se posicionar como uma marca de carros elétricos, a empresa se posicionou como uma marca de carros de luxo, com o diferencial de ser elétrico.

Um bom posicionamento ajuda a moldar as percepções do consumidor em relação a sua marca e produto, além de colaborar muito pro processo de decisão de compra. Um posicionamento forte é verdadeiro com a sua marca, relevante pro seu consumidor e diferenciado dos concorrentes. Hoje, como tá o posicionamento da sua empresa?

Se precisar de ajuda, entre em contato com o nosso time, nós temos o framework de posicionamento mais completo do mercado. E podemos te ajudar a colocar sua marca no lugar certo e na hora certa pro consumidor.

***

Não sei se você já sabe, mas nós criamos uma Biblioteca de conteúdo de Branding e todos os conteúdos mais relevantes desenvolvidos pela Brand Gym estão por lá.

Bateu a curiosidade e quer conhecer mais sobre a gente? Vem dar uma olhadinha nos nossos cases.

BRAND NEWS

Uma carta de amor ao branding quinzenalmente na sua caixa de email. Curadoria do melhor conteúdo feito pelo time Brand Gym e por outros produtos de conteúdo incríveis. VEM!

Ok
bgebge