marca

O que é marca e como registrar no INPI?

Mariana Congo
Mariana Congo
Head of Product Marketing na Brand Gym

Marca é muito mais que o nome ou o logotipo de um negócio. A marca é tudo que você pensa e sente em relação a um produto ou empresa, ou seja, a marca é o conjunto de significados que existe na cabeça dos consumidores.

A função de uma marca é dizer ao mundo o que você defende, em grandes ou pequenas formas. É sobre aproveitar e potencializar cada ponto de contato como uma oportunidade de se conectar com as pessoas, transmitir claramente quem somos e transformá-las em clientes e até mesmo em fãs.

As marcas podem ser amadas, quer conhecer mais sobre love brands?

Conceito de marca de acordo com o INPI:

O INPI é o Instituto Nacional de Propriedade Industrial. Esse instituto é vinculado ao Ministério da Economia, sendo responsável por gerir o sistema brasileiro de concessão e garantir os direitos sobre uma marca, modelo industrial, invenção tecnológica,  entre outras possibilidades, para a indústria.

Dessa forma o INPI conceitua marca como “um sinal distintivo cujas funções principais são identificar a origem e distinguir produtos ou serviços de outros idênticos, semelhantes ou afins de origem diversa”.

Como criar sua marca?

Marca é um conceito bem abrangente, que envolve não só o logotipo e o nome, mas também toda a estratégia e identidade de marca como um todo. Esse é o nosso trabalho na Brand Gym, construir marcas que se destacam por sua identidade única.

E quais os pontos iniciais para focar na criação da sua marca?

Estratégia

O primeiro passo para criar sua marca é ter uma estratégia de marca bem definida, esse é o ponto fundamental. E é nesse ponto que a maioria das startups falham, investem somente no produto e se esquecem do branding, quando branding e produto devem caminhar juntos. Estratégia de marca não é algo secundário, ela é o espelho que reflete a estratégia do negócio para o público.

A estratégia de marca é construída sob a definição do propósito, visão, essência, tom de voz, personalidade, território visual, território verbal e muito mais. E tudo isso será reunido em um brandbook que será acessível para todos da sua startup, afinal uma boa estratégia deve estar bem alinhada com toda sua equipe.

Quer ter vários insights sobre como criar o seu próprio brandbook? Acesse nosso texto Brandbook: O que é e 4 exemplos escolhidos a dedo pra te inspirar. 

Logo e identidade visual

O logotipo e o território visual da marca são elementos mais tangíveis na construção da sua marca. Esses são os aspectos que os consumidores observam primeiro, e utilizam para reconhecer e diferenciar uma empresa de outra. 

No território visual está incluso: tipografia, ícones, paleta de cores, estilos de ilustração, grafismos, estilos de foto e etc.

Tudo pensado estrategicamente para que o cliente identifique sua marca como única e conecte com ela.

Naming: nome da marca 

Talvez as pessoas pensem que escolher o nome seja a parte mais fácil ao iniciar um negócio. Mas pode ser bem complicado quando deseja-se qualidade e promover conexão com as pessoas. 

Primeiramente é preciso pensar na essência do seu negócio, na personalidade. O nome entrega quem a marca é. Ao entender os seus diferenciais, suas características e proposta de valor, é bem possível que tudo isso torne-se um insumo para construção do nome da sua marca.

Outro ponto importante é verificar se o nome escolhido para sua marca já não está registrado no INPI, inicialmente isso pode não te preocupar, mas é bem possível que quando a sua marca se popularizar isso te traga grandes problemas.

Não basta ser um nome legal, ele precisa ser claro, comunicar quem você é e, principalmente, deve ser único.

Como fazer o registro da sua marca?

Chegamos à parte burocrática do processo, é nesse momento que entram em campo vários aspectos legais. Para que você possa construir sua marca não basta cadastrar no Instagram, comprar um domínio de site e afins. É preciso também registrar sua marca no INPI. É o registro de marca que formaliza a proteção do negócio e propriedade sobre uma determinada marca (nome e símbolo). 

O detalhe é que é possível que o nome que você deseja utilizar para sua marca já esteja sendo usado por outro negócio e isso pode te deixar impossibilitado de utilizar o nome que planejou. Por isso é tão importante verificar se o nome que você está pensando já está registrado INPI. 

Como saber se o nome da sua empresa está disponível no INPI?

A consulta prévia no INPI é fundamental antes que você escolha e divulgue o nome da sua marca. Vamos ver o passo a passo de como realizar essa consulta.

#1: Acesse o site do Instituto Nacional de Propriedade Industrial, abra o menu no canto superior esquerdo, passe o mouse onde está escrito “serviços”, posteriormente em “marcas” e por último clique em busca.

#2: Clique no ícone em que está escrito “marca”.

#3: Algumas vezes pode aparecer pedindo que você se cadastre, entretanto dá para fazer a pesquisa anonimamente, clicando em continuar.

#4: Chegando na página onde já tem os campos de pesquisa, clique em “marca”.

#5: No campo de pesquisa da marca, pesquise o nome que pretende escolher.

#6: Tipo de pesquisa

Comece pela busca em exata para ver se existe um nome exatamente igual, depois avalie radical para ver o que há de parecido. Lembre que o INPI não deixa haver confusão entre nomes e tende a indeferir nomes parecidos.

#7: Classificação dos produtos e serviços

É importante definir qual classe de nomes você está pesquisando (Classificação de Nice). Um nome que já está registrado em uma classe (ex: alimentos), também pode ser registrado em outra classe distante (ex: serviços financeiros).

Procure os códigos de classificação dos produtos/serviços aqui: https://www.gov.br/inpi/pt-br/servicos/marcas/classificacao-marcas 

Como registrar sua marca no INPI?

É fundamental que você registre sua marca no INPI, ganhando assim um título de propriedade que lhe dá o direito à utilização exclusiva de uma marca em todo território brasileiro dentro do seu segmento de mercado. Além de proteger legalmente o dono da marca quanto a cópias ou utilização indevida da sua marca por parte de terceiros.

Levando em conta que realizar esse registro é algo muito importante e pode ser bastante complexo, sugerimos que você busque assistência de um advogado ou de uma empresa especializada.

O que é gestão de marcas?

Gestão de marcas é branding. Levando em conta que marca é o conjunto de significados que existe na cabeça dos consumidores em relação a uma empresa ou produto, o papel do branding é gerir a forma com que todos os aspectos de uma marca cheguem de forma encantadora em todos os pontos de contato com os clientes.

Dizemos por aqui que branding é um mindset. É algo que precisa contagiar sua empresa inteira. Todos os pontos de contato comunicam quem sua marca é, por isso toda a empresa precisa respirar branding para estar alinhada com o quem somos, como nos posicionamos, como falamos, no que acreditamos: todo mundo falando a mesma língua.

Essa é a grande diferença entre as marcas fortes e as marcas frágeis. Branding é um hack de marketing.

Gostou do nosso conteúdo? Então não perca a oportunidade de assinar a nossa newsletter e receber conteúdo de qualidade sobre branding.

Ah, a Brand Gym é uma agência de branding para startups, ou como preferimos falar: uma agência agilizada e vida real. Quer conhecer mais? Vem ver nossos cases. 


Instagram  |  LinkedIn  |  Medium  | Comunidade  | Eventos